sexta-feira, 6 de março de 2009

As 10 telenovelas mais influentes da América Latina

Copiado de http://www.mdig.com.br/ Metamorfose digital.
Ver a original em mais em As 10 telenovelas mais influentes da América Latina

A AP divulgou uma lista cronológica das 10 melhores telenovelas latino-americanas de sempre, segundo uma pesquisa realizada junto a conhecedores, críticos de TV e telespectadores. Todas elas tiveram novas versões e algumas, segundas partes o que demonstra sua influência no coletivo imaginário popular.

"O direito de nascer" (1966) - Cuba
A trama gira em torno de um homem, filho não reconhecido de uma jovem rica, cuja família mandou matá-lo. Mas foi salvo da morte e criado por uma humilde mulher negra. Posteriormente, o homem tornou-se rico e demonstrou ter valores morais mais sólidos que a família que o renegou. A primeira vez que apareceu esta história foi no formato de radio-novela em Cuba. Em 1951 foi feita uma versão para o cinema, e quando passou para a tela pequena em Cuba, foi a primeira a ser patrocinada em sua totalidade por um anunciante. A novela já teve 3 versões brasileiras, duas pela TV Tupi(1964 e 1978) e uma pelo SBT(2001).

"Simplesmente Maria" (1969) - Peru
Trata sobre uma jovem do campo que migra para a capital com seu bebê. Ali trabalha arduamente e progride graças a seus próprios méritos. Pode-se dizer que mostra a "eficácia" do capitalismo. O mais interessante: não fica com o galã inicial. Sua versão peruana foi uma das primeiras em superar as barreiras geográficas, ao converter-se num sucesso de tele-audiência em vários países latino-americanos. Esta novela também foi copiada pela TV Tupi em 1970.

"Papai Coração" (1974) - Argentina
É a história de uma menina órfã de mãe, cujo pai e tios se viram afeitos por ela. A menina passa a novela toda fazendo travessuras que geram todo tipo de enredos. Foi a base para o resto das novelas infantis como "Carrossel" e "Chispita" entre outras. Sua versão mexicana, "Mundo de brinquedo" é a mais longa da história com 600 capítulos. Reafirmando o bordão do Chacrinha de que "nada se cria, tudo se copia" foi outra novela copiada pela TV Tupi em 1976

"A escrava Isaura" (1976) - Brasil
É a história de uma escrava branca que resiste o assédio sexual de seu dono, que mata a sua esposa e o amante da escrava porque está obcecado por Isaura. Foi a telenovela que abriu o mercado internacional as telenovelas brasileiras e de passagem a mente de muitos que resistiam em aceitar que um melodrama podia cair no gosto popular.
"Os ricos também choram" (1979) - México
Esta telenovela, com um argumento singelo de uma garota vivaz e graciosa que se apaixona por um homem rico mas tem que vencer à prima dele que vive interferindo na relação entre eles, foi uma das primeiras em conquistar outros continentes. Na Rússia teve uma audiência de 100 milhões de telespectadores em 1992. A versão de 1995, "Maria do bairro", foi um exercício de continuação da história que também varreu os níveis de audiência.
"Berço de lobos" (1986) - México
A vilã desta história ficou mundialmente famosa graças a sua malévola personalidade, inspirada na personagem cinematográfica de Bette Davis. Tratou-se da primeira assassina em série de uma telenovela que podia cometer seus crimes sem perder a compostura. Foi a que estabeleceu o modelo policial e de suspense, onde a intriga e a vingança deixam de lado as histórias açucaradas de amor.

"Kassandra" (1994) - Venezuela
Um circo, uma madrasta malvada que dá um bebê para uma cigana e o que ocorre 20 anos depois é o eixo desta telenovela que causou tanto impacto na Sérvia, que os telespectadores solicitaram ao governo venezuelano que fossem retirados os processos contra a mulher. Ademais é reconhecida no Guinness por ser então a telenovela mais vista: em 128 países.
"Adolescente" (1987) - México
As adolescentes não podiam ficar sem um produto dedicado a elas. Assim nasceu esta telenovela que demonstrou a conveniência de chegar ao mercado juvenil e neste caso a fórmula se concentrou na determinante festa de 15 anos, o noivo adolescente da protagonista, os amigos e as diferenças e desentendimento entre gerações.
"Senhora Isabel" (1997) - Colômbia
Foi a primeira vez que a trama se centrou numa mulher adulta que se apaixona e tem uma relação com um homem mais jovem. O tema da aceitação da sexualidade após os 45 anos foi a chave do sucesso e através das novas versões como "Olhar de mulher" ou "Vitória" esse aspecto foi mostrado de forma cada vez mais aberta. A Globo andou copiando o enredo por aqui, mas não decolou.
"Betty a feia" (1999) - Colômbia
Enquanto a maioria das novelas latino-americanas descansam sobre a base da tragédia e do melodrama, esta telenovela apostou no humor, na sátira, na picardia e na crítica social a cada capítulo. Conta como uma Cinderela moderna passa de um patinho feio a cisne. A história tem mais de 50 versões por todo o mundo, incluindo a exitosa "Ugly Betty" nos Estados Unidos.
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...