sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Jeannie é um Gênio


Jeannie é um Gênio (original I Dream Of Jeannie)foi uma série de televisão americana criada por Sidney Sheldon.Foi muito controversa no inicio,por que em setembro de 1964 a rede ABC lançou uma série de sucesso,A Feiticeira, então uma rede concorrente - a NBC - passou a ver no filão de “mágicas”, uma enorme fonte de audiência e decidiu encomendar um projeto semelhante. Sol Saks, que atuava no projeto de A Feiticeira, foi convidado mas recusou por que acahav falta de etíca . Então a NBC procurou pelo novelista Sidney Sheldon e pediu para que ele criasse uma série chamada I Dream of Jeannie (no Brasil, Jeannie é um Gênio). Sheldon consultou um dos produtores de A Feiticeira – Harry Ackermam – e como ele não se opôs à idéia, começou então a desenvolver o episódio piloto. Comenta-se que William Asher – também produtor de A Feiticeira e casado na época com a atriz Elizabeth Montgomery – chegou a reprovar Jeannie. Mas isso acabou sendo desmentido com o passar dos anos, sendo que o próprio Asher dirigiu um telefilme baseado em Jeannie é um Gênio, no ano de 1985.
Sheldon elaborou uma trama onde um Capitão da NASA, chamado Anthony Nelson, testa um novo foguete, mas que apresenta problemas e cai numa ilha do Oceano Pacífico (na verdade, uma praia chamada Zuma, ao Sudoeste da Califórnia). Enquanto aguarda socorro, Nelson acha uma garrafa e ao abri-la, liberta uma linda gênio com cerca de 2.000 anos de idade. O gênio se declara servidora de Nelson, a quem passa a chamar de amo ("master", no original americano). Nelson reluta em levá-la mas a gênia volta para a garrafa e consegue coloca-la entre os pertences do Capitão, indo parar em sua residência, em Cocoa Beach.


curiosidades


Algo curioso a respeito da série é justamente o motivo de seu fim; ou seja, o casamento de Jeannie e Tony. Estranhamente aquilo que sempre foi o maior sonho e objetivo de Jeannie acabou com o seriado;

Pouca gente lembra, mas Jeannie ganhou uma versão em desenho animado entre os anos 73 e 75. Mas a produção de Hanna-Barbera em quase nada lembrava o seriado. Jeannie não piscava para fazer mágica, mas seu rabo-de-cavalo é que mexia. Ela tinha um aprendiz de gênio como companhia, o gorducho Babu, que tinha a voz do "pateta" Joe Besser no original. E para completar, seu amo não era um astronauta, mas um adolescente chamado Corey, que tinha Henry como seu melhor amigo. A produção teve bons índices de audiência nos EUA e no Brasil foi exibida pela Rede Globo. Esporadicamente, é exibida pelo canal Boomerang.
A personagem Jeannie teve que se adaptar aos padrões morais dos americanos, escondendo seu umbigo em alguns episódios.
O ator Larry Hagman, que teve um fígado transplantado, disse ao entrevistador Larry King que sempre fazia as cenas do seriado após ter ingerido algumas doses de álcool, pois acreditava que a bebida o deixava mais "alegrinho".
Durante a série, Barbara Eden era casada na vida real com o ator Michael Ansara, que participou de alguns episódios: ele foi um gênio azul furioso que perseguia o Major Nelson e também um militar conquistador que provocou ciúmes no Major.
Barbara Eden e Larry Hagman iniciaram um romance, mesmo a atriz sendo casada. O divórcio foi feito em paz e o relacionamento dos protagonistas seguiu a diante.
Sidney Sheldon escolheu pessoalmente Barbara Eden para interpretar Jeannie.
Nas filmagens de Como Se Não Bastasse, no qual Tony prende a Jeannie 2 em um frasco de perfume, para filmar a cena o diretor colocou Barbara Eden dentro de um vidro gigante e depois convidou todos para o almoço, deixando-a presa e abandonada, enquanto se escondiam para fingir que tinham partido. Os gritos de Jeannie 2 são, na verdade, a gravação dos apelos de Eden para ser salva!


Jeannie X A Feiticeira


Antes mesmo de estrear, Jeannie é um Gênio era apontada como uma espécie de imitação de A Feiticeira. Verdade ou não, "Jeannie" começou depois e terminou antes. Seguem algumas coincidências...

Seqüências de entrada com desenhos animados;

Temas musicais instrumentais;

Temas musicais cantados não aproveitados na série;

Parentes gêmeas e más, usando peruca com cabelo escuro;

Amigos abelhudos (Gladys Kravitz em A Feiticeira e o Dr. Bellows em Jeannie é um Gênio);

As duas séries começaram a ser produzidas em preto e branco e com as atrizes principais grávidas;

A casa de Samantha e James é a mesma do Dr. Bellows e de Amanda Bellows;

William Asher, diretor de A Feiticeira e marido de Elizabeth Montgomery, dirigiu o filme "Jeannie é um Gênio: 15 Anos Depois" em 1985.
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...