segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Marcelo Tas


Nascido em 1959, Marcelo Tristão Athayde de Souza é uma das personagens mais polivalentes da mídia brasileira porque é (foi sei lá)repórter, ator, apresentador, roteirista e diretor de diversos programas de televisão e rádio.
Ficou nacionalmente conhecido pelo seu personagem humorístico Ernesto Varela, um repórter fictício que ironizava personalidades políticas da época da abertura, apresentando-lhes perguntas desconcertantes. Ficou célebre e entrou para a história com a sua pergunta direta a Paulo Maluf que, surpreso, virou as costas e deixou a sala em que estavam:


"Muitas pessoas não gostam do senhor, dizem que o senhor é corrupto. É verdade
isso, deputado?".

Também ficou famosa a briga que teve com o então dirigente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e deputado Nabi Abi Chedid, nos bastidores da Copa do Mundo de 1986.

Também foram marcantes suas participações nos programas Video Show na Rede Globo, Vitrine na TV Cultura, e Saca-Rolha, ao lado de Lobão e Mariana Weickert na Rede 21 e posteriormente na PlayTV bem como sua atuação como diretor e roteirista de programas premiados internacionalmente, como o Rá-Tim-Bum (onde interpretava o estereotipado Professor Tibúrcio) e o Castelo Rá-Tim-Bum (Telekid, que respondia sempre o "porque sim não é resposta"). Escreveu ainda o roteiro para o Programa Legal e coordenou a criação de 1.140 edições do Telecurso 2000.

É graduado em engenharia civil pela Escola Politécnica da USP, em 1982. Iniciou o curso de graduação em rádio e TV pela Escola de Comunicação e Artes da USP em 1980, mas não o concluiu. Tem curso de Aperfeiçoamento Profissional em Cinema e Televisão e em Multimédia e Novas Tecnologias pelo Fullbright Scholarship Program na Tish School of Arts da Universidade de Nova Iorque, realizados entre 1987 e 1988.

Tas é colunista do jornal O Estado de S. Paulo. A partir de março de 2008, Tas tornou-se apresentador do programa CQC, na Band, ao lado de Rafinha Bastos e Marco Luque, o que lhe rendeu mais projeção nacional na década de 2000. O programa, que segue uma linha de perguntas humorísticas sobre questões políticas fez relembrar Ernesto Varela, antigo personagem seu. Marcelo também tem o seu próprio blog, Blog do Tas - UOL Blog, mantido no ar pelo UOL.

出ましたっ!パワパフガールズZ(meninas super poderosas Z!

ver mais em Demashita! Powerpuff Girls Z
Demashita! Powerpuff Girls Z - Wikipédia, a enciclopédia livre
Site oficial do animê pelo Cartoon Network Brasil
O anime e mangá Demashita! Powerpuff Girls Z (出ましたっ!パワパフガールズZ, Demashita! Pawapafu Gāruzu Zetto?, lit. Saíram! Powerpuff Girls Z), abreviado como PPGZ tem 52 episódios, é uma produção de Yoshiya Ayugai, Mark Buhaj, Hiromi Seki e Hideo Katsumata, com direção de Hiroyuki Kakudou, desenhos de Miho Shimogasa e desenvolvido por Cartoon Network, Toei Animation, Aniplex e TV Tokyo. Com dois volumes, o mangá foi publicado pela revista Ribon, da editora Shueisha, e ilustrado por Shiho Komiyuno. Ambas as produções são baseadas no desenho as meninas super poderosas e foram emitidas entre julho de 2006 e junho de 2007 no Japão. A estréia do animê em língua portuguesa foi na filial brasileira do canal pago Cartoon Network, em 2 de agosto de 2008, sob o nome As Meninas Superpoderosas: Geração Z, A série possui também um jogo com seus personagens e um CD com a trilha sonora oficial.

O desenho conta a história de Momoko Akatsutsumi, Miyako Goutokuji e Kaoru Matsubara, três meninas que obtêm super-habilidades após um acidente químico, tornando-se defensoras da cidade de Tóquio com a finalidade de derrotar os monstros que surgiram através do mesmo acidente e de um misterioso pó escuro. Tecnicamente, a série é do gênero magical girl(aqueles desenhos japoneses pra garotas em que elas salvam o mundo ou o universo, e passam maquiagem) , porém é proclamado nela própria que ela "não trata de magia, mas sim, de ciência"

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Barbara eden

mais em Barbara Eden

A atriz Barbara Eden, nascida Barbara Jean Moorhead, nasceu em 23 de Agosto de 1934(mas pode ter sido em 1931). Também ficou conhecida como Barbara Huffman, após sua mãe ter se casado novamente. Barbara fez muito sucesso encarnando a personagem-título do sitcom I Dream of Jeannie.Ela tambem é cantora.
Sua carreira artística começou na adolescência, sob o incentivo da mãe. Ela desenvolveu o canto participando do coral da igreja local e fez um curso de teatro, que pagou com quatro horas de trabalho diário em um banco. Começou a cantar em night clubs, usando o nome Barbara Huffman, e aos dezessete anos se elegeu Miss San Francisco, em 1951.
A seguir, ela se mudou com sua mãe e sua irmã mais nova para San Marino, perto de Los Angeles. Procurou um produtor da Warner Brothers e ouviu dele que não servia para Hollywood. Mas Barbara não se deixou abater, conseguiu um agente e mudou seu nome para Barbara Eden.

Ao estrelar sua primeira peça de teatro, The Voice of the Turtle, um produtor da 20th Century Fox a descobriu e assinou com ela um contrato de sete anos. Começou no cinema fazendo uma ponta no filme Em Busca de Um Homem, de 1957, estrelado por Tony Randall e Jane Mansfield. Fez também participações em séries de televisão famosas como Perry Mason e Bachelor Father. Depois, em 1958, estrelou a série How to Marry a Millionaire, baseada no filme de mesmo nome. Barbara interpretou Loco Jones, papel que havia sido feito por Marilyn Monroe no cinema.

Nessa época, conheceu aquele que se tornaria seu primeiro marido, o ator Michael Ansara, doze anos mais velho que ela e astro da série de televisão Broken Arrow. Eles se casaram em 17 de janeiro de 1958 e foram morar num rancho em Sherman Oaks, na Califórnia. Com ele Barbara teve seu único filho, Mathew, que nasceu em 29 de agosto de 1965.

Devido a dificuldades financeiras geradas pelo fracasso do filme Cleópatra, superprodução estrelada por Elizabeth Taylor, a 20th Century Fox demitiu vários atores, dentre eles Barbara, que precisou voltar à televisão, atuando então em séries como The Andy Griffith Show e Rawhide, essa estrelada por Clint Eastwood.

Embora tenha desenvolvido uma vasta carreira na televisão, no teatro e no cinema, Barbara nunca mais obteve um papel tão expressivo como Jeannie. Entretanto, consolidou sua carreira como cantora, apresentando-se no começo da década de 1970, em Las Vegas, com muito sucesso. Além disso, em 1971, Barbara voltou a atuar com Larry Hagman, no filme A Howling In The Woods.

Em 1981, ela estrelou o filme Harpey Valley PTA, que fez um sucesso estrondoso. Barbara também estrelou a série de duas temporadas baseada no filme. Apesar do grande sucesso da primeira temporada, após a saída do produtor na segunda, o seriado começou a declinar e foi cancelado. Em 1974, Barbara quase conseguiu seu próprio programa, The Barbara Eden Show, no qual ela viveria uma designer de brinquedos, porém os produtores não aprovaram o projeto.

Ao mesmo tempo, porém, ela sofreu vários reveses. Perdeu um bebê, seu segundo filho, aos sete meses de gestação e seu casamento com Michael Ansara chegou ao fim. Casou-se novamente com o repórter Charles Fergert, mas o casamento durou apenas alguns anos. Além disso, seu filho Mathew quis morar com o pai, o que Barbara teve que aceitar a contragosto.

Quando voltou a morar na Califórnia, após a separação do segundo marido, Barbara levou um choque ao descobrir que seu filho Matthew estava viciado em drogas. Mas ela não se deixou abater e lutou para ajudá-lo a abandonar o vício, inclusive freqüentando reuniões de pais de dependentes químicos.

Na mesma época, a mãe de Barbara, com quem ela tinha uma relação muito próxima, faleceu devido a câncer de pulmão. Após esse fato, ela passou a colaborar com campanhas de prevenção ao câncer. Atualmente ela também participa de várias entidades beneficentes, como Make-A-Wish Foundation, March of Dimes, The American Cancer Society, The American Heart Association, entre outras.

Em 1989, ela conheceu o executivo Jon Eicholtz. Apesar de toda a fama de Barbara, ele não tinha a menor idéia de quem ela era. Mas, após assistir a um episódio de 'Jeannie', Jon teve certeza de que queria conhecê-la. Em 5 de janeiro de 1991, após dois anos de namoro, eles se casaram na cidade de São Francisco. Com ele, Barbara pôde passar a viver a vida doméstica estável que ela sempre amou e não teve com seus primeiros maridos. O casal vive atualmente em Beverly Hills e gosta de viajar e conhecer outras culturas.

Na década de 1980, Barbara participou de telefilmes comemorativos do seriado Jeannie é um Gênio e novamente contracenou com Larry Hagman, no famoso seriado Dallas, desta vez porém era sua inimiga, no papel de LeeAnn de La Vega. Em 1999, esteve no Donny and Marie Show, numa reunião com seus colegas de Jeannie é Um Gênio, Larry Hagman e Bill Daily, e com o criador da série, Sidney Sheldon.

No dia 25 de junho de 2001, Mathew (filho dela)apareceu morto em seu carro, em Los Angeles, vítima de uma overdose de heroína. Barbara diz nas entrevistas que todos os sinais de dependência química estavam lá, mas ela não os havia percebido a tempo.

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Battlestar Galactica



Battlestar Galactica é uma franquia americana de filmes e séries de televisão de ficção científica, tendo sua primeira produção em 1978. Inicialmente exibida no canal estadunidense ABC, rapidamente obteve êxito mundial. Uma nova versão do primeiro episódio do seriado original foi levada ao ar em 2003, obtendo novo êxito e justificando a produção de um seriado que teve sua primeira temporada em 2004 e cuja produção continua.

Segundo a série, os humanos surgiram em um planeta distante chamado Kobol, em um passado longínquo. Com o tempo, esse planeta não pôde mais suportar a vida e os humanos, organizados em treze tribos sendo que uma se perderia das demasi (insunuando que esta seria nossa cultura atual, tiveram que procurar outro planeta em outro sistema solar. Milhares de anos depois de estarem instalados em novas colônias, comm a ecolução a tecnologia se avançou muito e a inteligencia artificial usada pelos humanos ganhou status de forma de vida e consiencia própria assim se revoltando contra seus criadores por achar que estes não davam valor a sua existencia (os ciloneos assim em portugues acreditavam em um Deus e os Humanos em varios assim entrando em conflito suas culturas).Os cylons, seus inimigos, executaram um plano de destruição em massa que reduziu a Humanidade a alguns poucos sobreviventes. Sem alternativas, esses sobreviventes decidiram, sob a liderança do Comandante Adama, procurar por uma lendária décima terceira tribo, que havia deixado Kobol antes das outras doze tribos e havia se dirigido "a um planeta brilhante conhecido como Terra".

O seriado original de 1978 era inovador em sua época por causa da grandiosidade de seus cenários, pelas cenas de batalha espacial e pelo próprio tema da Humanidade em guerra com outra civilização. Entretanto, depois de quase três décadas, ele nitidamente se apresenta como um conto de fadas, principalmente pela evolução dos efeitos especiais, mesmo em seriados para a televisão, e pela evolução dos enredos dos filmes em geral e dos filmes para a televisão em particular, especialmente dos filmes de ficção científica.

O novo seriado, atualmente em produção, é inovador tanto por causa dos efeitos especiais e da concepção de ficção científica adotada em seus enredos quanto por causa dos temas abordados ao longo da minissérie inicial e dos episódios regulares. É muito mais um seriado dramático com repercussões políticas e sociológicas do que apenas um seriado de ficção científica,tambem porque não há criaturas estranhas como ets verdes,gosmentos ou de orelhas pontudas.

Marcos winter


Marcos César Simarelli Winter (São Paulo, 31 de agosto de 1966) é um ator brasileiro. Pai de Ana Clara Duarte, fruto do seu casamento com a atriz Paloma Duarte.

Cursou o ensino fundamental no Colégio Santos Dumont, e o ensino médio no Colégio Estadual Nossa Senhora da Penha, ambos no bairro da Penha, em São Paulo. É formado em Artes Cênicas pela Universidade São Judas Tadeu, de São Paulo.

Filho de um funcionário de uma firma de engenharia e de uma dona de casa, Marcos começou a trabalhar como metalúrgico, fabricando pirâmides esotéricas, na adolescência. Com esforço, cursou a Faculdade de Artes Cênicas e se tornou ator.

Na televisão desde o final dos anos 80, foi em 1990, ao interpretar Joventino em Pantanal, da extinta Rede Manchete, que o ator deu novo impulso à sua carreira.

trabalhos na tv


2008 Casos e Acasos - Fabio

2008 Casos e Acasos - Afonso
2008 Duas Caras - Narciso Tellerman
2007 Amazônia, de Galvez a Chico Mendes - Neto
2007 Pé na jaca - Luchino
2006 Avassaladoras - A série - Alê
2005 Essas Mulheres - Eduardo Abreu
2004 Um Só Coração - Luís Martins
2003 Agora é que são elas - Heitor
2001 Estrela-Guia - Bob
1999 Vila Madalena - Roberto
1998 Pecado Capital - Virgílio Lisboa
1998 Corpo Dourado - Arthurzinho
1997 A Indomada - Hércules José de Mendonça e Albuquerque
1996 O fim do mundo - Nado
1995 Irmãos Coragem - Eduardo Coragem (Duda)
1994 Fera Ferida - Cassi Jones de Azevedo
1993 Agosto - Cláudio Aguiar
1991 Felicidade - José Diogo
1991 Floradas na serra (Manchete) - Flávio
1990 Desejo - Dinorá
1990 Pantanal - Jove (Joventino neto)
1989 Tieta - Osmar
1988 Vida Nova - Antoninho

Joanna Levesque

ver mais em http://joannalevesquejojo.blogspot.com/

A cantora e atriz Joanna Noëlle Levesque,conhecida como JoJo,nasceu em Brattleboro,nos EUA, dia 20 de Dezembro de 1990.Seu primeiro álbum, que leva seu próprio apelido, foi lançado em 2004, mesmo ano em que lançou o single "Leave (Get Out)".

Os críticos norte-americanos, impressionados com a sua capacidade vocal, consideraram-na uma revelação do R&B. "Leave (Get Out)" atingiu o 1º lugar no TRL e a 14º posição no chart principal da Billboard, com seu clipe e música sendo um dos mais votados e assistidos nos EUA.

Confirmando os elogios da imprensa americana, em 2004, JoJo foi indicada ao Video Music Awards como revelação do ano. Além disso, foi indicada ao Grammy de melhor performance vocal feminina e revelação, já em 2005.

Seu segundo álbum, The High Road, lançado em 17 de Outubro de 2006, teve como single de abertura o hit "Too Little, Too Late". A música vai na linha "R&B Teen", que a consagrou. Para o segundo single foi escolhida a faixa "How To Touch A Girl". The High Road, em alguns países, tem uma faixa bônus da música "Too Little, Too Late" em espanhol, que se chama "Acepto Que No Puedes Volver".

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Karate Kid

Karate Kid é um filme de 1984 do diretor John G. Avildsen, estrelado por Ralph Macchio e Pat Morita. É um filme de artes marciais que conta a história de um jovem lutador que deseja aprender Karatê e para isso convence um experiente mestre a lhe dar aulas, que acabam por transformar-se em lições de vida.

Foi um grande sucesso de público e continua popular até a atualidade. Também obteve comentários favoráveis da crítica, tendo Pat Morita recebido uma indicação de melhor ator coadjuvante no Óscar daquele ano e também uma indicação ao Globo de Ouro (na mesma categoria). O filme também foi um dos responsáveis pelo sucesso de algumas músicas que fizeram parte da trilha sonora como Glory Of Love de Peter Cetera.Teve várias seqüencias.

em 2009 terá um novo filme do Karate Kid com Jaden Smith o filho de Will Smith no papel principal

Fergie

ver mais no orkut Fergie ®
A cantora americana Fergie(Stacy Ann Ferguson)nasceu em Los Angeles no dia 27 de Março de 1975 . Ela ficou famosa no mundo todo por ser a voz feminina do grupo de Hip-hop Black Eyed Peas. Ela entrou no grupo em 2003 no álbum Elephunk, antes fazia parte do grupo Wild Orchid. Em 2006, lançou seu primeiro álbum solo, intitulado The Dutchess, que lhe rendeu sucesso absoluto no mundo. O álbum até o momento emplacou 5 singles no top 5 da maior parada musical de singles do mundo, a Billboard Hot 100, fazendo de The Dutchess o sétimo álbum de uma artista feminina a conseguir 5 hits top 5. O álbum também já recebeu a certificação de platina tripla pelo Media Traffic. Fergie em sua carreira solo foi nomeada a 16 prêmios e ganhou 8.Ela é filha de Terri Gore e Patrick Ferguson. Ela tem uma irmã, Dana, que é atriz. Seus pais eram católicos e trabalhavam como professores em uma escola, e Ferguson teve alguns problemas com o catolicismo. Durante sua juventude, ela se envolveu com gangues mexicanas em Hacienda Heights.

sábado, 6 de dezembro de 2008

Frases da mafalda






* "Justo a mim coube ser eu!"

* "A sopa é para a infância o que o comunismo é para a democracia!"

* "Engraçado...Quando eu fecho os olhos o mundo desaparece."

* "Deus,espero que o senhor possa ajudar a melhorar o estado da situação...Ou será que é a situação do Estado?"

* "A vontade é a única coisa do mundo que quando esvazia tem que levar uma alfinetada."

* "Tudo serve para alguma coisa, mas nada serve para tudo."

* "O homem é um animal de hábito ou será que de hábito o homem não é um animal?"

* "Ás vezes me pergunto se a vida moderna não tem mais de moderna do que de vida."

* "Pobrezinha, fizeram de você um mero capacho para limpar os pés antes de entrar no Universo..."
:- ''Mafalda olhando para a Lua.

* "E não é que neste mundo tem cada vez mais gente e cada vez menos pessoas?"

* "Sopa!"
:- ''Para Mafalda sopa é palavrão.

* "Se a vida começa aos 40, por que nascemos com tanta antecedência?"

* "Porque que quando colocamos os pés no chão a brincadeira acaba?"
:- ''Mafalda após parar o balanço.

* "Não adianta dar um ano novo para eles! Logo já vão quebrando."

* "Se o Fidel dissesse que é boa, todos diriam que a sopa é ruim!"

* "O urgente nunca deixa tempo para o importante."

* "O problema da família humana é que todos querem ser o pai."

* "Coitado."
:- ''Mafalda após ouvir de sua mãe que Deus está em todos os lugares.

* "Professora, todo mundo sabe que sua mãe te ama e te mima... Agora, dá para ensinar algo importante?"

* "Maquiando os já para parecer o antes."
:- ''Após ver sua mãe.

* "O País todo tá la fora esperando! O que é que eu digo? Mando sentar?"

* "Se é uma questão de títulos, eu sou sua filha. E nos diplomamos no mesmo dia! Ou não?"

* "Abaixo a liberdade de imprensa!"
:- ''Após ver um receita de sopa.

* "Já que há mundos mais evoluidos, porquê eu tive que nascer justo neste?"

* "Eu poderia dizer que metade da população mundial não engordou um grama sequer por não ter o quê comer... mas a senhora precisa de um consolo, e não se passar por estúpida!"
:- ''Mafalda após ver sua mãe chorando por estar gorda para o biquini.

* "Boa noite mundo! Boa noite e até amanhã, mas fique de olho! Tem muita gente irresponsável acordada, viu?"

* "Ainda bem que o mundo é um lugar bem longe daqui!"

* "Este ai só fica comendo tempo e está cada vez mais magro!"
:- ''Falando sobre o calendário.

* "Ainda bem que eu acordei. Se há coisa que me deixa com raiva é gastar o inconsciente sonhando besteira."

* "Será que Deus patenteou essa idéia de manicômio redendo?"

* "Às vezes vocês não se sentem um tanto indefinidos?"

Luciano amaral

ele está aí na Direita
O ator e apresentador Luciano Amaral nasceu em Pindamonhangaba no dia 1º de setembro de 1979.Ele participou de muitos clássicos infantis da TV Cultura, interpretando vários personagens, como o famoso "Lucas Silva e Silva", no programa Mundo da Lua (1990-1992) e "Pedro" do Castelo Rá Tim Bum (1994-1995).

Após sair da TV Cultura em 1995, foi para o SBT, onde encarnou o personagem "Rato" na novela "Razão de Viver".

Como apresentador seu primeiro trabalho foi Turma da Cultura, programa destinado ao público jovem, o que marcou a volta de Luciano Amaral para a TV Cultura, em 1997.

Em 2002 retorna ao SBT para ser um dos apresentadores fixos do Teleton, além de comandar o programa "Acesso Total", programa onde o foco eram os portadores de deficiências físicas.

Em 2003, estréia na Rede Bandeirantes, o G4 Brasil. Nele, Luciano Amaral e Luiza Gottschalk dividem a apresentação do programa, deixando os telespectadores por dentro das ultimas novidades dos videogames.

Em 2005, marca a estréia da GameTv na MixTV, faixa do horário nobre totalmente dedicada ao público jovem. Luciano assume o comando do GameZone, programa jornalístico sobre cultura pop em geral, cinema, música e videogames, além de um talk show chamado Combo - Fala + Joga. Além da TV, nesse mesmo ano escreveu e atuou na peça de teatro Cabine do Destino.

Recentemente, foi apresentador do programa Combo - Fala + Joga e Playzone, ambos da antiga PlayTV, atual Canal 21, da Rede 21.

Em 2008, Luciano Amaral trabalhou em uma produtora, em Los Angeles.

Desde novembro apresenta, junto com Bia Borim, o programa Hit Tvê!, na RedeTV!. A atração mostra videoclipes e jogos interativos no esquema das ligações para celular de Curitiba.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Jeannie é um Gênio


Jeannie é um Gênio (original I Dream Of Jeannie)foi uma série de televisão americana criada por Sidney Sheldon.Foi muito controversa no inicio,por que em setembro de 1964 a rede ABC lançou uma série de sucesso,A Feiticeira, então uma rede concorrente - a NBC - passou a ver no filão de “mágicas”, uma enorme fonte de audiência e decidiu encomendar um projeto semelhante. Sol Saks, que atuava no projeto de A Feiticeira, foi convidado mas recusou por que acahav falta de etíca . Então a NBC procurou pelo novelista Sidney Sheldon e pediu para que ele criasse uma série chamada I Dream of Jeannie (no Brasil, Jeannie é um Gênio). Sheldon consultou um dos produtores de A Feiticeira – Harry Ackermam – e como ele não se opôs à idéia, começou então a desenvolver o episódio piloto. Comenta-se que William Asher – também produtor de A Feiticeira e casado na época com a atriz Elizabeth Montgomery – chegou a reprovar Jeannie. Mas isso acabou sendo desmentido com o passar dos anos, sendo que o próprio Asher dirigiu um telefilme baseado em Jeannie é um Gênio, no ano de 1985.
Sheldon elaborou uma trama onde um Capitão da NASA, chamado Anthony Nelson, testa um novo foguete, mas que apresenta problemas e cai numa ilha do Oceano Pacífico (na verdade, uma praia chamada Zuma, ao Sudoeste da Califórnia). Enquanto aguarda socorro, Nelson acha uma garrafa e ao abri-la, liberta uma linda gênio com cerca de 2.000 anos de idade. O gênio se declara servidora de Nelson, a quem passa a chamar de amo ("master", no original americano). Nelson reluta em levá-la mas a gênia volta para a garrafa e consegue coloca-la entre os pertences do Capitão, indo parar em sua residência, em Cocoa Beach.


curiosidades


Algo curioso a respeito da série é justamente o motivo de seu fim; ou seja, o casamento de Jeannie e Tony. Estranhamente aquilo que sempre foi o maior sonho e objetivo de Jeannie acabou com o seriado;

Pouca gente lembra, mas Jeannie ganhou uma versão em desenho animado entre os anos 73 e 75. Mas a produção de Hanna-Barbera em quase nada lembrava o seriado. Jeannie não piscava para fazer mágica, mas seu rabo-de-cavalo é que mexia. Ela tinha um aprendiz de gênio como companhia, o gorducho Babu, que tinha a voz do "pateta" Joe Besser no original. E para completar, seu amo não era um astronauta, mas um adolescente chamado Corey, que tinha Henry como seu melhor amigo. A produção teve bons índices de audiência nos EUA e no Brasil foi exibida pela Rede Globo. Esporadicamente, é exibida pelo canal Boomerang.
A personagem Jeannie teve que se adaptar aos padrões morais dos americanos, escondendo seu umbigo em alguns episódios.
O ator Larry Hagman, que teve um fígado transplantado, disse ao entrevistador Larry King que sempre fazia as cenas do seriado após ter ingerido algumas doses de álcool, pois acreditava que a bebida o deixava mais "alegrinho".
Durante a série, Barbara Eden era casada na vida real com o ator Michael Ansara, que participou de alguns episódios: ele foi um gênio azul furioso que perseguia o Major Nelson e também um militar conquistador que provocou ciúmes no Major.
Barbara Eden e Larry Hagman iniciaram um romance, mesmo a atriz sendo casada. O divórcio foi feito em paz e o relacionamento dos protagonistas seguiu a diante.
Sidney Sheldon escolheu pessoalmente Barbara Eden para interpretar Jeannie.
Nas filmagens de Como Se Não Bastasse, no qual Tony prende a Jeannie 2 em um frasco de perfume, para filmar a cena o diretor colocou Barbara Eden dentro de um vidro gigante e depois convidou todos para o almoço, deixando-a presa e abandonada, enquanto se escondiam para fingir que tinham partido. Os gritos de Jeannie 2 são, na verdade, a gravação dos apelos de Eden para ser salva!


Jeannie X A Feiticeira


Antes mesmo de estrear, Jeannie é um Gênio era apontada como uma espécie de imitação de A Feiticeira. Verdade ou não, "Jeannie" começou depois e terminou antes. Seguem algumas coincidências...

Seqüências de entrada com desenhos animados;

Temas musicais instrumentais;

Temas musicais cantados não aproveitados na série;

Parentes gêmeas e más, usando peruca com cabelo escuro;

Amigos abelhudos (Gladys Kravitz em A Feiticeira e o Dr. Bellows em Jeannie é um Gênio);

As duas séries começaram a ser produzidas em preto e branco e com as atrizes principais grávidas;

A casa de Samantha e James é a mesma do Dr. Bellows e de Amanda Bellows;

William Asher, diretor de A Feiticeira e marido de Elizabeth Montgomery, dirigiu o filme "Jeannie é um Gênio: 15 Anos Depois" em 1985.

Rebecca Romijn


A atriz americana Rebecca Alie Romijn (ou Rebecca Romijn-Stamos quando estava casada com o ator John Stamos) nasceu na California dia 6 de novembro de 1972.Ela tambem já foi modelo.Ela tem pais de origem Holandesa.
Enquanto estudava música (voz) na Universidade da Califórnia, em Santa Cruz, ela se envolveu com moda e mudou para Paris, França, por mais de dois anos. Entre outros trabalhos na moda, Rebecca posou e desfilou para Sports Illustrated e Victoria's Secret. Ela também foi a anfitriã do programa House of Style, da MTV, entre 1998 e 2000. Como poliglota, fala fluentemente inglês, francês e português.

Considerda por muitos como uma das mulheres mais bonitas do mundo, Rebecca sempre figura nas listas anuais de beldades de publicações como Maxim Magazine (2003, 2004, 2005, 2006), AskMen.com (2001, 2002, 2003, 2005, 2006) e FHM Magazine (2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2005)

No filme X-Men de 2000, Rebecca teve seu primeiro papel relevante em filme como "Mystique"; voltou a fazer o papel na sequência de 2003 de X2: X-Men United, e novamente para o X-Men: The Last Stand (2006). nesses filmes, seu traje consistia de maquiagem azul e algumas próteses estrategicamente postas em seu corpo quase nu. Em X2: X-Men United ela se mostra com um visual "normal" em uma cena em que está em um bar, algo que também faz em X-Men: The Last Stand. Teve seu primeiro papel de grande destaque no filme de Brian De Palma, Femme Fatale (2002). Também estrelou e filmes como Rollerball, The Punisher e Godsend. Fez o papel principal em Pepper Dennis, uma série de TV no The WB. Essa série explorou o talento de Rebecca para comédia, canto, moda, drama e aventura.Atualmente trabalha na série Ugly Betty.
ver mais em Rebecca Romijn orkut

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

KND- A Turma do Bairro


KND - A Turma do Bairro) é um desenho animado americano exibido pelo Cartoon Network ,criado por é Tom Warburton.

O desenho narra a história de cinco crianças treinadas para combater a autoridade que os adultos têm sobre as crianças. No início, só parecia que haviam os números de 1 a 5, que viviam no quartel-general (uma árvore gigante que sai de dentro da casa do Número 1). Ao longo da história, aparece centenas de agentes (no final da primeira temporada, mais precisamente), mas a história continua centralizada no Setor V, liderado pelo Número 1.

A Turma do Bairro estreou no Cartoon Netwowk em 2001 com o episódio piloto A Guerra da Piscina, neste episódio Nico Uno e sua turma tem a missão de tomar pósse da piscina para as crianças e expulsar os adultos dela.

Com o desenrolar dos episódios o desenho mostra que a Turma do Bairro está em constante guerra contra os adultos e os adolescentes, mas a Turma do Bairro também possui suas regras, como por exemplo, quando uma criança completa 13 anos, ela tem que ser dispensada. Então as crianças mais novas apagam sua mente, e ela esquece que já foi da Turma do Bairro e que viveu grandes aventuras. Isso acontece para que os antigos operadores não deixem os segredos da Turma do Bairro parar nas mãos dos adolecentes.

O motivo de a criança ser dispensada com 13 anos é que em inglês o número 13 se escreve thirteen, separando nós temos a palavra teen que significa adolescente, ou seja aos 13 anos começa a adolescência, e como a Turma do Bairro é uma instituição de crianças, os adolescentes não participam. Mas a pouco tempo descobriu-se que alguns agentes quando completam treze anos ainda continuam na Turma do Bairro. Eles se infiltram nas instalações dos adolescentes como espiões das crianças, e fornecem informações ao comando global. Mas apenas os melhores agentes são escolhidos para isso.

Na Turma do Bairro, todos são identificados por números como Nico Uno, Nº 1; Horácio P. Genaro Nº 2; Ukibe Nokome, Nº 3; Maurício Melo, Nº 4; e Abigail Oliveira, Nº 5. Estes números são do setor V, mas também temos números como 86, Fofa; 274, Chad; e 362, Raquel; a líder suprema.

Os quartéis generais da Turma do Bairro geralmente são todos casas na árvore até a base lunar é uma base espacial numa árvore na lua.

As armas e veículos da Turma do Bairro são peças desmontadas de outras coisas, como por exemplo, suas naves que são parte trator, parte missel, parte telhado de casa, e suas armas, como por exemplo a que atira chiclete, é um globo daqueles que se deposita uma moeda e sai um chiclete só que modificado.
curiosidades

O sobrenome de cada agente do setor V tem uma ligação com seu codinome.
Número 5, Abigail Oliveira Lincoln: é o presidente norte-americano que está na nota de US$5.
Número 4, Maurício Mello (em inglês, Wallabee Beetles): Os Beatles tinham 4 membros.
Número 3, Kuki Sanban: quer dizer "número 3" em japonês.
Número 2, Horácio P. Genaro (em inglês, Hoagie P. Gilligan Jr.): Gilligan era um personagem de um programa de comédia da televisão (Gilligan's Island), e era o segundo no comando do S.S. Minnow. Observe também que, em inglês, o Número 2 é o segundo na sua família a se chamar "Hoagie P. Gilligan (Jr.)".
Número 1, Nico Uno: "Uno" significa "um" em espanhol e italiano.
Já no caso do Número 6, Bradley; o Gambá, o nome é uma homenagem ao ator de voz que o interpreta, Bradley (Dee Bradley Baker).

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Rihanna


O nome completo dela é Robyn Rihanna Fenty .Ela nasceu em Barbados,uma ilha do Caribe,dia 20 de fevereiro de 1988.Ela tem ascendência guianesa, irlandesa e africana. Mora atualmente em San Diego, Califórnia. Rihanna já vendeu mais de 11 milhões de álbuns e conseguiu emplacar cinco músicas ("SOS, "Umbrella", "Take a Bow", "Disturbia" e "Live Your Life") no topo da Billboard Hot 100, parada de músicas mais importante do mundo, sendo a cantora com mais canções número um nos anos 2000. Rihanna é vencedora de 1 Grammy, 2 VMA, 2 EMA, 5 AMA, 3 BMA, 2 NRJ Music Awards, 3 TCA, 2 WMA, entre outros prêmios, sendo uma das cantoras mais premiadas da atualidade.
Com 15 anos, Rihanna teve a enorme sorte de seu amigo, apresentá-la ao produtor musical Evan Rogers, que estava tirando férias com sua esposa de Barbados. Evan junto com seu sócio, Carl Sturken (que produziram juntos grandes nomes como Christina Aguilera, Ruben Studdard e Kelly Clarkson) ajudou Rihanna a gravar músicas nos EUA, na cidade de New York. Rihanna, Evan e Carl acabaram a seção criando quase 12 músicas. Eles tiraram inspiração do ‘DanceHall’ e ‘Reggae’ que estão presentes fortemente na cultura musical de Rihanna e fundiram tudo isso com o R&B. Essa mistura resulta em um som que Rihanna gosta de comparar com um de seus pratos favoritos do Caribe ‘Isso é como um gumbo ou um guisado’, explica Rihanna, ‘Minhas músicas tem batidas caribenhas misturadas com R&B.’ ‘Eu não quero ser reconhecida como uma artista que dança apenas porque eu posso cantar também. Eu tenho baladas no álbum que eu considero sons otimistas.’ Uma cópia do trabalho de Rihanna foi enviada para Jay-Z.

Em 2004, no colegial da “Combermere School” ela ganhou um concurso de beleza onde foi nomeada ‘Miss Combermete’, e fez uma performance no Colours of Combermere School Show, cantando a música da Mariah Carey “Hero”.

Depois de um tempo, e de ter enviado seu álbum a gravadoras, Rihanna fica frente de frente com Jay-Z e já era de se esperar que uma rápida audição do rapper, presidente da CEO da DefJam Records, lhe mostrasse que era necessário fazer um contrato de milhões de doláres com a bela morena de olhos verdes. Quando a performance acabou, simplesmente mudando a vida de Rihanna para sempre, a doce garota da pequena ilha ria da própria ingenuidade. ‘Eu estava tremendo no salão de entrada!’, se lembra Rihanna com uma dose saudável de acentos em suas palavras, que predomina no sotaque de Barbados. ‘Eu vi apenas um pedaço do rosto do Jay embaixo da sala e pensei ‘Oh Meu Deus! Eu nunca vi uma celebridade, e ainda uma celebridade que é presidente da DefJam, aquilo foi uma coisa louca!’

Assim a jovem conseguiu o tão esperado contrato com a DefJam Records e lançou seu 1° CD, Music of The Sun.
ver mais em Rihanna(comunidade no orkut)
Rihanna Brasil - www.rihanna.com.br(site oficial)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...