sexta-feira, 24 de outubro de 2008

The Spirit



fontes http://www.bricabrac.com.br/fset_hqs_spirit.htm?main_hqs_spirit_01.htm~Main


http://pt.wikipedia.org/wiki/The_Spirit



Lançado ao mundo dos quadrinhos em 2 de junho de 1940, The Spirit foi criado pelas mãos e a genialidade do norte-americano Will Eisner. Nesta época a febre por heróis fantasiados tomava conta dos leitores dos "comics" (ex.: Superman - 1938 e Batman - 1939), tanto que Will acabou convencido por amigos e leitores a "mascarar" seu personagem. Nas primeiras histórias, Spirit aparecia de rosto limpo. Will achava a máscara ridícula, mas incorporou o "disfarce" ao seu herói.


Falar do Spirit e de Will Eisner aqui, seria literalmente chover no molhado, quando iniciamos a pesquisa (22/08/2001) para esta seção, só no mecanismo de busca Altavista, foram encontrados 24.901.776 registros com o nome de Will Eisner, isto mesmo, quase 25 milhões de páginas que fazem alusão àquele que é um dos maiores expoentes dos quadrinhos no mundo.Resolvemos então, contar rapidamente (porém com detalhes) a história do personagem, de seu criador e mostrar o que foi publicado do Spirit no Brasil, é claro que não temos tudo, portanto contamos com a colaboração dos nossos visitantes para nos enviar o que estiver faltando de informações sobre O Espírito, em suas aparições pelo território nacional.Para os interessados em mais informações sobre o Spirit, temos certeza de que ficarão saciados com o que puderem encontrar pela web afora.


As histórias de The Spirit tinham sete páginas cada. As 16 páginas da seção do jornal normalmente incluíam mais duas histórias com quatro páginas cada (inicialmente Mr. Mystic e Lady Luck). A história mostrava semelhanças com Batman e Dick Tracy com vilões coloridos e era contada em sequência rápida.
Durante a Segunda Guerra Mundial Eisner se alistou no exército. Na ausência dele, o sindicato que comercializava seus quadrinhos passou a usar escritores e artistas fantasmas para continuar a história. Porém, muitos fãs acreditam que as melhores histórias são aquelas que Will Eisner escreveu e desenhou. Eisner desenvolveu um estilo cinematográfico; com o uso de sombras e ângulos diferentes de visão, e desenhava de forma que o leitor se identificasse com o personagem. O título "The Spirit" era normalmente integrado ao fundo ou a paisagem da primeira página de cada série.
The Spirit parou de ser publicado em meados dos anos cinqüenta quando passaram a ser publicadas as " histórias de Trip to the Moon " por Eisner e Wally Wood.
Levando em consideração as características atuais, The Spirit foi publicado por muitos anos. Kitchen Sin Press publicou reimpressões extensas da série, primeiro em formato grande e preto e branco e como os tradicionais livros que eram vendidos no comércio. Antes mesmo do falência da editora, uma nova série de The Spirit passou a ser produzida por muitos talentos dos quadrinhos. Atualmente a DC Comics está relançando a série. A última aparição de The Spirit (produzida por Eisner) está em um número recente de The Escapist, publicação da Dark Horse Comics.
Em 2008, no Brasil, foi publicado um encontro entre Batman e The Spirit escrito por Jeph Loeb com arte de Darwyn Cooke.

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...