sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Flash Gordon


thumbnailCA618B92
Upload feito originalmente por fabricio bzg

Flash Gordon é o segundo herói espacial das histórias em quadrinhos (o primeiro foi Buck Rogers), criado por Alex Raymond em 7 de Janeiro de 1934.
Em 1933, a King Features Syndicate abriu um concurso para descobrir personagens de quadrinhos que rivalizassem com Buck Rogers e Tarzan de sua concorrente, a Pulitzer Syndicate. Alex Raymond se inscreveu e ganhou, passando a desenhar Flash Gordon e Jim das Selvas (que completava a página) para o New York American Journal, a partir de um domingo, 7 de Janeiro de 1934. Poucas semanas depois, Raymond passaria também a desenhar o Agente Secreto X-9, outra encomenda da King Features para contrabalançar o sucesso de Dick Tracy, da Pulitzer.

No Brasil, o primeiro capítulo (ou "prancha") de Flash Gordon no Planeta Mongo foi publicado no nº 3 do Suplemento Infantil do jornal A Nação, do Rio de Janeiro, em 28 de Março de 1934 (a partir do nº 15, o Suplemento passou a circular de forma independente com o título de Suplemento Juvenil). Depois de mais de 80 capítulos publicados em página dupla no Suplemento, em 1937 decidiu-se pela publicação de um álbum de luxo, contendo as primeiras 60 pranchas, do qual foram impressas três tiragens de 5000 exemplares, vendidos com absoluto êxito. Em 1987, a EBAL de Adolfo Aizen (fundador do Suplemento Juvenil) publicou uma edição comemorativa dos 50 anos do lançamento do álbum original.

Em 1980, o produtor Dino De Laurentiis lançou o longa-metragem "Flash Gordon", estrelado por Sam J. Jones no papel principal, Melody Anderson como Dale Arden, Chaim Topol como Dr. Zarkov, Max von Sydow como Ming, Timothy Dalton como príncipe Barin e Ornella Muti como Aura. Embora não tenha sido um sucesso de crítica, o filme ganhou certo destaque por sua trilha sonora, composta e interpretada pela banda Queen.

Ao longo dos anos, por seu estilo afetado, o filme ganhou o status de "cult" entre os fãs de ficção científica. Muitas de suas falas são cheias de duplos sentidos, e este senso de humor que o permeia contribuiu fortemente para a afeição coletiva que a lembrança do filme desperta. Um bom exemplo disto é o actor Brian Blessed, que até hoje ainda é lembrado pelo público britânico por seu papel de príncipe Vultan no filme, embora desde então ele tenha feito inúmeros outros trabalhos sérios em cinema, teatro e televisão
Séries
Flash Gordon aparece em três séries estreladas por Buster Crabbe: Flash Gordon, de 1936, Flash Gordon's Trip to Mars (1938), e Flash Gordon Conquers the Universe (1940).

Steve Holland estrelou entre 1954-1955 a série de TV Flash Gordon, que durou 39 episódios. A série ostentava o diferencial de ter sido filmada em Berlim Ocidental, menos de uma década depois do fim da II Guerra Mundial. Foi remontado como filme em 1957.

Em 2007, o canal americano Sci-Fi Channel passa a exibir a série "Flash Gordon", estrelada pelo ator Eric Johnson. A primeira temporada vai ao ar a partir do dia 10 de agosto e terá ao todo 22 episódios. Na trama, Steven Gordon é um jovem marcado por uma tragédia familiar: a morte de seu pai num estranho incêndio em um laboratório, que ocorrera quando o herói tinha apenas 13 anos. Passados alguns anos, Steven descobre que o incêndio tem relação com um objeto vindo do espaço. Com a ajuda de seus amigos Dale Arden (Gina Holden) e o cientista Hans Zarlov (Jody Racicot), Flash descobre que o acidente está ligado ao ditador intergaláctico Ming (John Ralston), que deseja destruir toda a humanidade.

Através dos anos, vários editores lançaram HQs de Flash Gordon baseadas nas tiras clássicas.

David McKay Publications, King Comics: #60-120, 132, 148 (1941-48)
Dell Comics, Four Color Comics: #10, 84, 173, 190, 204, 247, 424, 512; Flash Gordon #2 (1945-53)
Harvey Comics #1-5 (1950)
Gold Key Comics #1 (1965)
King Comics #1-11 (1966-67)
Charlton Comics #12-18 (1969-70)
Gold Key Comics #19-37 (1978-79)

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...